Entrevista para o ContilNet sobre a enxurrada dos Igarapés

por Carola Ribeiro em 16 de fevereiro de 2018 às 15:06

“O governo que está aí simplesmente ignorou o que a gente fez lá atrás e mudou tudo.”

O ex-governador do Acre, ex-prefeito de Rio Branco por dois mandatos na década de 80, engenheiro civil e hoje deputado federal Flaviano Melo, do MDB, falou com exclusividade ao portal ContilNet em relação à enxurrada dos Igarapés na última terça feira 13, deixando pelo menos 6 mil famílias desalojadas na Capital acreana.

Confira os principais trechos da entrevista:

Como o senhor avalia esses problemas de infraestrutura na Capital?

Vejo tudo isso com muita tristeza. Muito triste mesmo. A cidade e, principalmente, as pessoas são quem sofrem quando as coisas não são feitas obedecendo as normas técnicas. Não respeitaram a natureza. Lá em 1985, eu fiz um Plano Diretor, junto com as comunidades e foi uma coisa extremamente discutida, nós estipulados uma cota nivelar da cidade e abaixo daquela cota dos níveis dos rios e igarapés não podia ser construído, principalmente áreas para se habitar.

Então, o que houve na sua avaliação?

O governo que está aí simplesmente ignorou o que a gente fez lá atrás e mudou tudo. Baixou a cota que estipulamos antes e mudou. Esse atual governo foi construir e permitiu construir em regiões que todo mundo sabe que alaga. E esse desrespeito que eles fizeram foi tremendo. E quem é que paga com isso? A população que sofre e o dinheiro público é jogado, literalmente, descendo pelos esgotos.

Alguns bairros e conjuntos erguidos na sua gestão como prefeito de Rio Branco não sofreram esses efeitos da natureza?

Todos os bairros e conjuntos que eu construí foram em áreas altas. Respeitando as normas técnicas de engenharia e, claro, a natureza. Eu trouxe a cidade para depois do Igarapé São Francisco. Alaga no Julião? Tancredo Neves, Raimundo Melo, Xavier Maia e outros? Tudo foi feito em áreas nobres e altas. Alaga? Claro que não. Por quê? É simples, trabalhamos com responsabilidade.
Então o senhor acredita que o problema desse caos foi uma questão de engenharia?

O problema não foi só de engenharia, meu amigo! O problema maior para tudo que aconteceu e vai continuar acontecendo a esses milhares de famílias que hoje sofrem com esses problemas, morando praticamente dentro dos córregos e igarapés, tem o nome de irresponsabilidade desse governo. Isso, sim!
Muito obrigado pela entrevista!

Eu quem agradeço e peço à população que não se engane. Se continuarem votando errado nas eleições, esses kits de limpeza que eles do PT estão distribuindo aí, dando uma de bonzinho e ajudando as famílias a carregar colchão, pode esperar para receber mais kits todos os anos, porque vai alagar de novo se nada for feito urgentemente e, acima de tudo, com responsabilidade.

Por Salomão Matos para ContilNet